Philips diz que não lucrou com ventiladores em meio a coronavírus

A entrada da empresa holandesa de tecnologia Philips é vista na sede da empresa em Amsterdã, Holanda

A empresa holandesa de equipamentos de saúde Philips disse na sexta-feira que não procurou lucrar aumentando o preço dos ventiladores que fabrica durante a crise do coronavírus.

Em comunicado, o CEO Frans van Houten disse que a empresa estava respondendo a um relatório emitido pelo Subcomitê da Câmara do Congresso dos EUA sobre política econômica e de consumo.

"Gostaria de deixar claro que, em nenhum momento, a Philips elevou os preços para se beneficiar da situação de crise", disse ele.

Vale a pena ler? Nos informe.